Respeite a nova Política de Prioridade

de acordo com o grupo de clientes prioritários definido pelo Dec-lei nº 2-A/2020 de março

Estimados clientes,

 

Face à atual situação de pandemia pelo COVID-19, e de acordo com o Decreto nº 2-A/2020 de 20 de março da Presidência do Conselho de Ministros, é concedida prioridade, no acesso e no atendimento, em primeiro lugar, a:

 

Pessoas sujeitas a um dever especial de proteção:

 

- Maiores de 70 anos

- Imunodeprimidos e portadores de doença crónica, designadamente, hipertensos, diabéticos, doentes cardiovasculares, portadores de doença respiratória crónica

e doentes oncológicos

 

Profissionais de saúde

 

Elementos das forças e serviços de segurança, de proteção e socorro, pessoal das forças armadas e de prestação de serviços de apoio social

 

Em segundo lugar, e em conformidade com as Orientações da Direção-Geral de Saúde (DGS), iremos também conceder prioridade, no acesso e no atendimento, a:

 

Grávidas

 

Pessoas com crianças de colo (até 2 anos)

 

Pessoas com deficiência ou incapacidade (que possuam um grau de incapacidade igual ou superior a 60%, reconhecido em Atestado Multiúsos))

 

Na ocorrência de mais que um caso prioritário, o atendimento prioritário faz-se por ordem de chegada, mantendo o primeiro grupo de pessoas (abrangidas pelo Decreto nº 2-A/2020) prioridade sobre o segundo grupo de pessoas (Orientações da DGS).